Preconceito Contra Vegetarianos

Como qualquer um que tenha lido o texto abaixo deve pode perceber, eu não gosto nada de preconceito com NINGUÉM e desço a língua (ou a palavra) em quem ataca pessoas de todo e qualquer grupo, mesmo os que não me incluem, mas é claro que que se metem o dedo na minha ferida, eu sinto a dor. No texto sobre Xenofobia que fiz nesta mesma data, as acusadas por tal crime me atingiram sim, não escondo de ninguém e ainda exponho meu orgulho de ser PERNAMBUCANA. Mas também negros, pardos, homossexuais, gordos e muitos outros grupos nos quais não estou inserida receberam ofensas e eu defendi a todos. O tema deste texto, será sim abordado com revolta ainda maior, e certa paixão da defesa do grupo que vem sofrendo ataques, pois faço parte dele e não terei mais ninguém a defender, nenhuma outra causa além da minha desta vez, então peço que perdoem se eu vier a cometer exageros. 
Não digo todos nem muitos, mas pelo menos alguns dos leitores que vem parar neste blog devem ter percebido em algum outro post ou pelos meus gadgets que esta que aqui vos fala é VEGETARIANA DO TIPO OVO-LACTO. Se quem está passando a vista nessas palavras tiver lido o texto onde falo sobre Vegetarianismo , já conhece todas estas definições e minhas razões para aderir a este estilo de vida diferente da maioria, e também já sabe que já sofri de preconceito algumas vezes. E é sobre este último ponto que quero falar neste texto. Incomoda muito ser olhada com cara de reprovação ao dizer que não gosta de comer carne, é revoltante ver pessoas rindo de você e quase inadmicível alguém ser chamado de fresco, metido a certinho, politicamente correto, rebelde sem causa e i pior de todos: hipócrita só por não comer animais. Mesmo me sentindo muitíssimo incompreendida e ficando muito mal sempre que um episódio destes acontece, quando é algo direcionado apenas a mim, quando é feito por brincadeira (mesmo que de extremo mal gosto) ou sem a intenção de ferir eu até que fico quieta, calada na minha. Porém de uns tempos para cá a coisa tem se agravado. Em blogs e em redes sociais como o facebook algumas imagens e alguns textos têm feito sátiras e críticas duras a este estilo de vida adotado por em média 4% dos jovens de São Paulo e Rio de Janeiro, espalhado por todo o globo. Desde sátiras em relação ao local de defecação dos bovinos 




até imagens que trazem críticas nas entrelinhas, taxando de hipócritas os vegetarianos que defendem o direito que os animais tem de viver, que consideram crueldade e falta de compaixão matar para comer. A imagem a seguir traz consigo ideia de que os vegetarianos são hipócritas porque dizem que é errado matar animais, mas matam vegetais e que deveriam ter compaixão e comer pedras por não ter vida. 




Há pessoas que não compreendem que plantas não tem cérebro, coração, nem órgãos sensoriais para que sintam alguma coisa. Não possuem emoções ou sentimentos, não sentem dor ou medo. Nem consciência de que são vivas as plantas possuem, por tanto não sabem que a estão perdendo. 


Faço o seguinte apelo : NÃO ODEIEM OU ATAQUEM OS VEGETARIANOS! NÃO VIVEMOS SATIRIZANDO NEM TIRANDO ONDA COM ONÍVOROS, AS IDEIAS E FOTOS QUE CIRCULAM PELA INTERNET NÃO RIDICULARIZAM NINGUÉM, SÓ TENTAMOS EXPOR O QUE VEMOS COMO REALIDADE PARA QUE QUEM TIVER MAIS SENSIBILIDADE POSSA TOMAR A DECISÃO QUE JULGAR CORRETA, DEPOIS DE CONHECER AS DUAS FACES DA MOEDA. NUNCA SE VIU POR AÍ NENHUMA MENSAGEM DE VEGETARIANOS HUMILHANDO E RIDICULARIZANDO ONÍVOROS, NÃO FAÇAM O MESMO CONOSCO. 




Beijinhos a quem não tem nada contra, mesmo que também não tenha nada a favor do vegetarianismo ;* 


Lara Tôrres  -  Vegetariana e Blogueira ofendida com certas "piadas" que foram feitas.

4 comentários:

Antônio Neto on 27 de janeiro de 2016 16:18 disse...

Olá, Lara. Tudo bem!?
Estava procurando umas coisas e vim parar aqui no seu post. Primeiramente gostaria de te apoiar na causa contra o preconceito, acredito que o mesmo, seja direcionado a qualquer tipo de situação, não deve ser praticado. Todos merecem respeito, independentemente de raça, cor, religião, sexualidade ou preferências próprias.
Parei para comentar porque acho o tema interessante, mesmo que não concorde com toda a sua opinião.
Concordo que não é nem um pouco legal as piadas contra vegetarianos, que também acho totalmente sem graça. Eu já pensei em ser vegetariano um dia e sei como é falar para as pessoas sobre isso, elas te olham com um olhar "lá vai o politicamente correto", rsrs. É realmente chato ser julgado por uma escolha que é totalmente sua e não vai afetar a vida de mais ninguém.
Mas não concordo quanto as plantas não sentirem. Existem alguns estudos que mostram a capacidade delas quanto ao sentir, se comunicar e se defender. É um campo não tão difundido e uma área de pesquisa que acaba sendo julgada por muitos, mas acredito no poder de percepção sensorial e até cognitiva delas. Claro, não posso provar isso, ainda não li o suficiente sobre o assunto, mas acho bastante interessante e acredito que sim, as plantas tão complexas quanto os seres humanos.
Posso não concordar, mas respeito totalmente sua opinião!

Independente de qualquer coisa, somos livres para fazer nossas escolhas. Mas também temos que respeitar as escolhas alheias, isso é o importante.

Também sou PERNAMBUCO! o/ o/ o/
Gostei do seu post, parabéns pelo blog.

Uberlan Peixoto on 27 de julho de 2016 17:26 disse...

Olá, Lara! No que diz respeito ao intelecto você está a anos luz na frente do restante da humanidade! Parabéns pelo post.

Juliana Duarte on 27 de setembro de 2016 14:43 disse...

Olá, Lara! Concordo plenamente consigo, eu antes de me tornar vegetariana nunca pensei que as pessoas tivesse um preconceito tão ridículo (às vezes dogmatico), mas depois vi que é realment dificil convivier com alguns idiotas, até mesmo as pessoas que considerava o espirito santo da bondade, compreensão,tolerância... que supostamente só queriam que eu fosse feliz, independentemente das escolhas que tomasse, me julgavam (até o meu próprio irmão já me chamou de radical e extremista), eu nunca impliquei com algum omnivoros e acredito que parte dos vegetarianos também nao, então não entendo o porque dos omnivoros serem assim, as vezes até me sinto mal por as pessoas me verem de um modo estranho e não o aceitarem, mas felizmente ainda existe um pouco por cento do mundo que pensa como você e me deixa mais feliz.
Eu às vezes acho que eles fazem isso porque pensão que nós nos sentimos superiores a eles,por pura defensiva, ou ate mesmo para nao se sentirem mal quando pensão filosoficamente nas suas ideiologias e das nossas, eu cá nunca me senti melhor que ninguém, apenas me senti bem.
Enfim eu gostava de viver num mundo cheio de paz, sem preconceito e intriga (ja chega as que existem nao precisamos de mais),mas parece que não é possíveis.

Juliana Duarte on 27 de setembro de 2016 14:43 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário

 

Point das Menininhas Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare